Buscar

Sobre infância e catástrofe


E eis que chegaremos na marca de seis meses de isolamento e cercado de limitações.

Abraços, reuniões, festejos, aproximação física estão restritos. Para muitos o modo de trabalho se tornou virtual e as aulas dos estudantes são online. Horas na frente da tela. Para quem tem tanta energia para gastar como as crianças esse sim é um desafio e tanto.


Paralelamente a tudo isso vemos as consequências da pandemia se mostrando na vida de cada um: pessoas perdendo seus trabalhos, ou tendo-os diminuído consideravelmente, trazendo dificuldades de todas as ordens, inclusive as financeiras. Os relatos de gente que perderam seus entes queridos para a COVID se aproximam e se tornam palpáveis e reais.


E é claro que todo este cenário afeta a todos nós, em especial, as crianças. É comum escutar o relato de irritabilidade e ansiedade delas.  


Outra noite, em casa, minha filha de 11 anos recém-completos pede para dormir comigo, pois não estava conseguindo adormecer. Chamei ela para junto de mim e perguntei o que estava acontecendo, ao que ela responde: ‘Não consigo parar de pensar que algo muito ruim, uma catástrofe acontecerá conosco. Esse pensamento me faz acordar no meio da noite’. Ao escutá-la, respondo que já estamos vivendo a própria catástrofe e que diante dela estamos nos saindo muito bem: continuamos atentos, ativos, preservando a saúde e desfrutando do nosso convívio.


Fui relembrando com elas outras dificuldades que vivemos em família, e fomos recordando de cada uma e de como fomos resolvendo todas elas, uma a uma e de que estamos, ainda que no meio de uma catástrofe, íntegros.


Eu sei o que falei, mas não sei como ela escutou. O fato é que depois dessa conversa, ela embala num sono profundo e reparador. Os pesadelos desapareceram depois desse dia - aqui fala meu desejo de mãe - talvez ela tenha conseguido tomar contato com a sua própria potência e se dado conta que tem recursos internos para lidar com situações adversas.


Reconectar a pessoa com sua própria potência é vital, para adultos, para crianças, para todos. Esse trabalho é uma das linhas da psicanálise e precisa ser exercido dioturnamente.


Enquanto isso, sigamos, íntegros.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

Av Sete de Setembro, 5402, conjunto 41 – Batel – Curitiba, Paraná – 80240-000

CRP 08-07404